ENDEREÇO

Rua Atílio Bório

Hugo Lange

Curitiba.PR

TELEFONE

© sabbag&gabardo

Concurso Praça Feira-Mar

Destaque

Concurso de ideias para arquitetos com objetivo de revitalizar a Praça Romildo Gonçalves Pereira, Praça Feira-Mar, integrando suas raízes históricas com as diversas atividades que nela se desenvolvem. Concurso Nacional realizado pela ADEMADAN, patrocínio CAU/PR.

Dentre 32 projetos desenvolvidos por escritórios de todo o país, a proposta elaborada pelo escritório Sabbag&Gabardo foi contemplada com o Prêmio de Destaque.

Antonina, cidade do litoral paranaense recebe inúmeros turistas atraídos pela gastronomia local e esporte náutico. A praça Feira-mar localizada no centro histórico possui um visual privilegiado para a baía e é emoldurada pela serra do mar. É de grande importância histórica ao município porém encontra-se atualmente degradada e consequentemente subutilizada.

A praça se encontra em um espaço urbano dinâmico de transição entre o construído e o natural. O projeto tem como um de seus objetivos suavizar esta transição permitindo que o individuo sinta-se mais próximo da natureza. Também prioriza os visuais da baía de todos os ângulos da praça não criando barreiras arquitetônicas e paisagísticas.

Foi criado um grande eixo com objetivo de unir as áreas da praça que hoje estão segregadas, sem perder a tipologia de cada uma delas (gastronomia, esporte/lazer e contemplação). Este eixo convida o usuário a percorrer e contemplar todos os atrativos da praça. Além deste, foram criados outros dois caminhos, um destinado aos ciclistas (ciclovia) e o outro uma transição de promenades e bancos para fruição dos espaços. Esses três caminhos constituem novos percursos urbanos.

Com o intuito de fortalecer a característica gastronômica e turística da região, foi proposta uma nova edificação tanto para o mercado municipal quanto para o trapiche seguindo o mesmo partido formal. A vegetação existente é uma grande potencialidade para a praça, pois são em sua maioria espécies que exigem vários anos para atingir o porte atual.

A vegetação existente é uma grande potencialidade para a praça, pois são em sua maioria espécies que exigem vários anos para atingir o porte atual. Por isso, durante a concepção do projeto foram tomados diversos cuidados para que os canteiros e caminhos não influenciassem na retirada desnecessária dessas árvores.

A fauna existente foi então aprimorada com árvores e plantas ornamentais nativas, criando mais áreas de convívio para a população. Os canteiros foram elaborados de maneira a criar bancos em todo seu perímetro, já que uma das solicitações dos frequentadores da praça era a quantidade insuficiente de bancos.

Mercado

Com o intuito de não criar barreiras visuais, priorizando a vista para a baía, o mercado foi reposicionado com afastamento de 20m da balaustrada de uma das laterais e 8m de outra.

Pensado modularmente, os quiosques possuem duas tipologias que podem abrigar restaurantes e vendas de frutas, verduras e artesanato. Os quiosques estão localizados abaixo de uma laje que possui um jardim e placas solares, sustentada por pilotis. O mercado também conta com um módulo de instalações sanitárias (feminina, masculina e acessíveis). As caixas d’água estão localizadas acima deste módulo.

A cobertura foi pensada como uma grande prancha que flutua sobre os pilares, dando leveza à grande área do mercado. Na parte superior existe uma borda de 4 metros de largura que compõe um jardim sobre laje e na parte central serão instaladas placas para captação de energia solar. A água coletada na cobertura será direcionada à cisternas, localizadas abaixo do nível da terra, através de tubos coletores inseridos dentro dos pilotis.

A área destinada para realização de refeições e convívio é inteiramente externa e sem barreiras com o restante da praça, fazendo com que o usuário desfrute totalmente da natureza. Essa disposição livre tem como objetivo receber eventos gastronômicos externos (barraquinhas, food trucks e food bikes) que poderão se expandir ao longo da praça.

Trapiche

Visando fomentar o turismo marítimo, foram implantados quiosques destinados para aluguel de caiaques e pranchas de stand-up padlle e um café para fruição do deck sobre a água do mar. Mantendo o mesmo partido arquitetônico do mercado municipal, os quiosques modulares estão localizados abaixo de uma laje sustentada por pilotis.

O guarda corpo ao longo do trapiche foi feito através de cordas, inspiradas nas redes de pescadores, trazendo identidade para o local.

Balanço

Localizado na área de contemplação da praça, os balanços, na cor primária vermelha, são uma instalação lúdica buscando fazer emergir a criança que existe dentro de cada um. Ao mesmo tempo é um local de descanso sob a sombra das árvores com uma bela vista.

Mostrar Mais